quinta-feira, 23 de abril de 2009

Bolachas de Aveia e passas

Esta receita foi tirada de um programa de televisão de culinária da SIC mulher, tinha pela despensa uma embalagem de aveia, e pensei em experimentar, fiquei na dúvida se iria gostar, mas foi uma alegre surpresa, pois ficaram muito boas...

Cuidado para não deixarem muito tempo no forno senão ficam muito duras, o objectivo tirá-las do forno ainda moles para solidificarem depois.

As medidas são inglesas por isso é em chávenas, a minha medida foi mais ou menos esta chávena:



Ingredientes:
200 gr de manteiga sem sal
1/2 cávena de açucar mascavado (eu coloquei do branco)
1 pacote de açucar baunilhado
1 chávena e meia de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
2 ovos
2 chávenas de aveia
1 chávena de passas

Coloquei a manteiga e os ovos na bimby 3mn, temp.50º vel.5.
Enquanto a Bimby trabalhava juntei todos os ingredientes sólidos.
No fim do tempo juntei-os no copo e coloquei na vel. 5 o tempo necessário para misturar todos os ingrediente.
Tirei a massa do copo, coloquei numa taça onde juntei a aveia e as passas.
Coloquei mintinhos num tabuleiro forrado com papel vegetal, e confesso ficaram divinais.
No programa disseram que dá para congelar depois de frios, mas no meu caso não tempo para isso.


quarta-feira, 22 de abril de 2009

Bacalhau á Gomes de Sá

Adoro bacalhau, embora as miúdas nem o podem vêr, por isso não faço as vezes que me apetece.
Esta receita tirei do site da Vorwek, e ficou muito bom.

Ingredientes:
700 g batatas
400 g bacalhau demolhado
4 ovos
800 g água
Sal q.b.
180 g azeite
600 g cebola
2 dentes alho
Pimenta moída q.b.
1 folha louro
Salsa picada q.b.
Azeitonas pretas
Coloque as batatas no cesto previamente descascadas e cortadas às rodelas. Reserve.
Na Varoma coloque o bacalhau, os ovos inteiros e reserve.
No copo coloque a água, o sal, o cesto com as batatas, a Varoma e programe 30 Min/ Varoma/ Vel 4. Retire e reserve.
Sem lavar o copo, coloque o azeite e programe 3 Min/ 100º/ Vel 1.
Junte as cebolas, os alhos, a pimenta e pique 8 Seg/ Vel 4.
Adicione a folha de louro e programe 20 Min/ 100º/ / Vel .
Coloque num pyrex alto, camada de batata, bacalhau em lascas e a cebolada.
Repita as camadas, terminando com uma camada de cebolada.
Leve a forno bem quente durante 10 minutos para alourar.
Sirva polvilhado com salsa picada e enfeitado com rodelas de ovo cozido e azeitonas pretas(eu não as pus).

terça-feira, 21 de abril de 2009

Calamares Actifry


Olhem para os meus calamares feitos na Actifry... não têm um ar tão saudável????

Ficaram bem saborosos!
No fabuloso parque Keukenhof, onde existem flores de todas espécies, comi esta optima tarte com pessego, quando cheguei em casa encontrei a receita, já a fiz, mas como tinha os cartões de memória da máquina cheios, não tirei foto, no entanto fica a que tinha do bar de Keukenhof.

1 pacote de massa quebrada

Para o recheio:

600gr de leite

6 gemas de ovo

100gr de açucar

20gr de maisena

Para decorar:

1 lata de pessego

canela em pó

Esticar a massa numa forma,leve ao forno 15mn a 200º, pode-se pôr feijão ou grão cru por cima da massa.Tomar cuidado para não queimar.Reservar.

No copo juntar todos os ingrediente do recheio e preogramar 7mn,temp.80º, vel.4

Regar a massa com o recheio, decorar com o pessego, e polvilhar com canela.

Fica muito bom, mas para mim acho um pouco enjoativo, no entanto vou tentar experimentar com outras cobertura, depois tiro fotos.

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Batata frita


Desde que tenho a Actifry nunca mais fiz batatas em óleo, pois temos de pensar na nossa saúde, mas como vos disse, na Holanda e na Bélgica a Batata frita é Rainha, ela é vendida em pacotes trangulares(como as nossas castanhas) em quase todo o lado, com diferentes molhos.

Imaginem que em Bruges até existe uma museu da Batata Frita, pois o país reivindica a criação deste prato mais popular do mundo.

Foi com algum espanto que através de uma revista fiquei a saber que eles têm uma formula para elas ficarem tão boas- é verdade que elas ficam mesmo estaladiças e gostosas - ainda não experimentei mas mesmo assim deixo para conhecimento geral.

Fritar as batatas por duas vezes a primeira durante 5 minutos a 160º, e uma hora depois voltar a fritar a 190º durante 2 minutos.

e Voilá:


Deixo também fotos do Museu da batata Frita:



domingo, 19 de abril de 2009

Waffles


Uma das coisas que mais gostei na minha viagem foram os espectaculares Waflles Belgas, por isso não descansei enquanto não c0mprei uma máquina para fazê-los com o formato dos autenticos. Foi difícil, só consegui encontrar a máqina na Polux, na Baixa, disseram-me na fábrica que vão deixar de comercializar este formato.

Fui ao Forum da Bimby e encontrei a receita:

250gr de farinha
1 colher de fermento
2 ovos
40 gr de manteiga
3.6dl de leite
30gr de açucar em pó

Juntar tudo no copo e programar 20seg vel.9.
Deixar repousar mais ou menos 30mn.
Depois colocar da máquina.

Fiz várias versões conforme os gostos, só açucar, chocolate e morangos com chocolate.
Ficaram optimos.





quinta-feira, 16 de abril de 2009

Voltei!!!

Olá! Olá!

Cheguei de viagem no Sábado passado, por isso o meu afastamento…
A viagem foi maravilhosa, passeamos durante 8 dias por vários pontos da Holanda e da Bélgica, é sem dúvida um mundo á parte, com uma cultura diferente e um modo de vida mais despreocupado, sem stresses e sem ligar á vida alheia.
Caso queiram acompanhar esta minha viagem vejam o meu outro blog:
http://tonsesabores.blogspot.com/, vou tentar fazer um género de diário de bordo…

Mas como este canto tem um objectivo claro – A Culinária, tive o cuidado de trazer material para o “alimentar”.
Tanto a cozinha Holandesa como a Belga não me prenderam, confesso que fomos com um orçamento curto, o que nos fez recorrer muitas vezes ao tradicional e mundialmente conhecido “fast food”, mas o que vimos e provamos não nos deixou com água na boca.

Mas, e existe sempre o mas… Temos o Chocolate, os gauffes, a fruta com chocolate, as batatas fritas, as moules frites esses são alguns petiscos que nos fazem salivar, embora um pouco calóricos.

O cheiro do chocolate em algumas ruas de Bruxelas é delicioso, as montras com os chocolates são em alguns casos autenticas obras primas, as batatas fritas vendem-se na rua em canudos de papel, os gauffes podem ser servidos de tantas formas que a decisão torna-se difícil, e as espetadas de fruta que passam pelas fontes de chocolate, e os donuts coloridos dão um tom de alegria ás montras!!!

Bem só de pensar…

Fomos visitar o Museu da batata frita, que, penso eu, fica bem ser descrita neste espaço. E aprendi a forma Belga de as fazer…

Tenho sem dúvida muita coisa para contar, mas ainda estou numa face de adaptação ao velho mundo, arrumação da casa, lavar e arrumar roupa, separar papeis, fotos informações etc… esperem que com tempo tudo vai aparecer neste meu cantinho.

Mas deixo algumas fotos para abrir o apetite…